Dia da Consciência Negra


O que é o Dia da Consciência Negra?


É um dia para reflexão, discussão e comemoração da presença negra na sociedade brasileira e sua grande participação na constituição do país.



Quando é comemorado?


Em 20 de novembro.



Por que escolheram esta data?


Lembra o dia em que Zumbi dos Palmares foi assassinado, em 1695.



Quem era Zumbi do Palmares?


Líder negro símbolo da resistência contra a escravidão. Não se sabe ao certo a data do nascimento de Zumbi. Descendente de escravos angolanos, ele provavelmente nasceu no ano de 1655 em Palmares. Foi capturado ainda bebê por uma expedição de Brás da Rocha Cardoso e levado para o padre Antônio Melo, que o batizou com o nome de Francisco e lhe ensinou latim e português.

Na adolescência, fugiu e foi abrigar-se no Quilombo dos Palmares, onde viviam escondidos centenas de escravos fugidos. Palmares era uma espécie de vila, comandada à época por Ganga Zumba.

Em 1678, Zumbi chefiou uma rebelião e assumiu o comando do quilombo. Durante catorze anos, ele lutou contra as sucessivas expedições enviadas pela coroa portuguesa para destruir Palmares, que recebia cada vez mais moradores. No dia 20 de novembro de 1695, Zumbi é delatado por um antigo companheiro – após localizado, ele é preso e degolado.



O que era um quilombo?


No período de escravidão no Brasil (séculos XVII e XVIII), os negros que conseguiam fugir se refugiavam com outros em igual situação em locais bem escondidos no meio das matas. Estes locais eram conhecidos como quilombos. Nestas comunidades, eles viviam de acordo com sua cultura africana, plantando e produzindo em comunidade. Na época colonial, o Brasil chegou a ter centenas destas comunidades espalhadas, principalmente, pelos atuais estados da Bahia, Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Alagoas.



Por que o Brasil tinha escravos?


A escravidão, reinventada em pleno século XVI, era condição essencial para a implantação da empresa colonial (grandes latifúndios, monocultura, trabalho escravo e exportação para a metrópole.).

O monopólio do comércio pela metrópole e seu controle sobre o preço de compra e venda obrigavam uma produção em larga escala e de baixo custo, para compensar os altos investimentos necessários para se colocar em movimento a grande lavoura açucareira. Seria impossível a utilização de trabalho assalariado, pois os salários deveriam ser altíssimos para incentivar a vinda de trabalhadores para terras brasileiras, além do que, havia uma grande quantidade de terras que poderiam servir como fuga fácil a qualquer assalariado em busca da própria subsistência. Os escravos negros, raptados de sua terra natal (principalmente da África Setentrional, onde hoje estão, por exemplo, Angola, Moçambique e a República Democrática do Congo) e levados a um lugar estranho, eram controlados com mão-de-ferro pelos senhores de engenho, que delegavam aos feitores e outros agregados a fiscalização dos cativos. Os castigos físicos, como o açoitamento, estavam entre os métodos de intimidação que garantiam o trabalho, a obediência e a manutenção dos servos e se prolongaram pelos mais de 300 anos de escravidão no Brasil.



É feriado em Taboão da Serra?


Não, em Taboão da Serra é ponto facultativo nas repartições públicas.


Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square